Brasil chega a março com 10,85 GW de eólicas e Piauí completa 1 GW

energia eólica dados

O gráfico acima mostra os parques instalados, que são subdivididos em três categorias: aptos a operar, operando em teste e operando comercialmente. A capacidade instalada no início de março é de 10,85 GW, em 435 parques eólicos (Imagem: Divulgação)

O Brasil chega a março com 10,85 GW de capacidade instalada de energia eólica, em 435 parques eólicos. Em construção e contratados, há 7,09 GW em outros 305 Continuar lendo

Anúncios

Fundo de U$ 100 mi para redução do desmatamento brasileiro é lançado em Brasília

Objetivo do acordo é impulsionar e conciliar a produção de alimentos com as boas práticas sustentáveis no campo; Noruega firmou a aliança

desmatamento fundo.JPGO Ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho e o Ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen, lançaram na última terça-feira, dia 21 de março, em Brasília/DF, um novo fundo de financiamento para dar início aos investimentos para uma agricultura sustentável e sem desmatamento com a redução da degradação de florestas brasileiras em apoio também aos projetos de agricultura familiar. O Fundo pretende mobilizar e atrair investimentos privados em até quatro vezes o seu valor, ou seja, até 1,6 bilhão de dólares. 

O Ministro brasileiro ressalta a importância da aliança. “O desenvolvimento sustentável deve ser alcançado por meio de medidas de comando e controle somadas a instrumentos normativos e econômicos que promovam a geração de emprego, a sustentabilidade, o combate à pobreza e a inclusão social”, afirmou. Continuar lendo

Itaipu e PTI avaliam instalar banco de baterias no lugar habitado mais remoto do Brasil

Profissionais das duas instituições foram à Ilha de Trindade, no Oceano Atlântico, nesta semana, dimensionar a demanda por energia elétrica no local.

Representantes da área técnica da Itaipu Binacional e do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) participaram nesta semana de uma expedição à Ilha de Trindade, a cerca de 1.160 quilômetros a leste de Vitória (ES), no Oceano Atlântico, para dimensionar a demanda Continuar lendo

Em defesa do interesse público no Licenciamento Ambiental

A Casa Civil liberou os deputados federais para votarem o polêmico substitutivo do deputado federal Mauro Pereira (PMDB/RS) ao PL 3729/04, que cria um novo “sistema” de licenciamento ambiental. Pereira é relator do substitutivo que acaba, na prática, com o licenciamento ambiental brasileiro.

A Casa Civil deveria encaminhar ao Congresso Nacional uma proposta em elaboração, fruto do trabalho integrado dos Ministérios do Meio Ambiente, Agricultura, Minas e Energia, Infraestrutura, entre outros, que compatibilizavam trechos dos substitutivos aprovados anteriormente nas Comissões Meio Ambiente e de Agricultura, Continuar lendo

CBIC lança publicações sobre Recursos Hídricos e Energias Renováveis nesta sexta-feira

energias-renovaveis

Imagem: divulgação

A Comissão de Meio Ambiente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CMA/CBIC) lança nesta sexta-feira (23/09) as publicações sobre Recursos Hídricos e Energias Renováveis, desenvolvidas com correalização do Senai Nacional, com a presença da jornalista Sônia Bridi, que fará uma palestra sobre “Sustentabilidade como Oportunidades de Negócio para a Indústria da Construção”.

Os professores Orestes Gonçalves, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP), e Osvaldo Soliano, do Centro Brasileiro de Energia e Mudança do Clima (CBEM) estarão presentes para apresentar os estudos inéditos.

Durante a 3ª Reunião Ordinária de 2016, que será realizada das 10h às 15h, na sede da Associação dos Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliária do Estado do Rio de Janeiro (Ademi-RJ), Orestes Gonçalves destacará pontos da publicação sobre “Gestão de Recursos Hídricos na Indústria da Construção” e Osvaldo Soliano do estudo sobre “Energias Renováveis na Indústria da Construção”.

Ambas estarão disponíveis para download a partir do dia 26 de setembro, no site da CBIC, na área Publicações. Também participarão do encontro Clarisse DallAcqua, especialista ambiental do Banco Mundial, que apresentará a Plataforma de Conhecimento de Infraestrutura Ambientalmente Sustentável Construção na América Latina e no Caribe (KPESIC) e Edward Borgstein, do IFC/Banco Mundial, especialista em eficiência energética e construção sustentável, que falará sobre a certificação “Excellence in Design for Greater Efficiencies (EDGE)”.

Vagas limitadas. Para mais informações, clique aqui.


Fonte: CBIC

Como se testa um cosmético sem crueldade animal? Com pele 3D

Imagine que você está preso num equipamento de contenção com as mãos atadas e apenas a cabeça exposta ao ambiente exterior. Seus olhos ardem como se fossem uma bola de fogo, mas não há nada que você possa fazer, nem gritar, nem chorar, nem se debater: você é uma simples cobaia de teste químico. Esta é a realidade cruel a que são submetidos centenas de milhares de animais em todo o mundo diariamente. Mas com pressão popular, avanços legislativos, apoio de empresas e knowhow científico e tecnológico, isso vem mudando.

Atualmente, existem muitos métodos de ensaio em laboratório que podem ser usados no lugar de testes em animais. Em vez de medir quanto tempo leva um produto químico para queimar a córnea do olho de um coelho, os fabricantes podem agora testar esse produto químico em estruturas de tecido 3D semelhantes à córnea produzidos a partir de células humanas. Troca-se, assim, a desumana técnica “in vivo” por outras que não afligem nenhum animal.

No Brasil, a Natura foi uma das primeiras gigantes do setor a extinguir os testes de cosméticos em animais, em 2006. Para comemorar os dez anos desse marco, a empresa abriu seu laboratório de análise toxicológica para jornalistas e EXAME.com Continuar lendo

Projeto sustentável do CEBRAC reverte dinheiro arrecadado com material reciclável em 1.050 cadeiras de rodas‏

O CEBRAC – Centro Brasileiro de Cursos, rede de franquias de cursos profissionalizantes, com sede em Londrina, realiza, desde 2012, o projeto EcoCEBRAC, iniciativa anual que recolhe latas de alumínio que serão trocadas por cadeiras de rodas doadas pela rede a hospitais de todo o pais e também diretamente a pessoas com necessidade físicas e financeiras que precisam do equipamento. A iniciativa surgiu com o objetivo de incentivar os alunos da rede a repensar suas atitudes e a participar de um modo efetivo na preservação do meio ambiente.

Em quatro anos, o projeto arrecadou cerca de 7 milhões de latinhas revertidas em 1.050 cadeiras de rodas – cada  cadeira corresponde a, aproximadamente, 8 mil latas de alumínio – doadas a  hospitais e pessoas físicas que necessitam desse equipamento em todo o Brasil.  O projeto é divido em quatro etapas e consiste, ainda, na distribuição de mudas de plantas, distribuição de esculturas e brinquedos feitos com materiais recicláveis. Em 2015, foram recolhidas 80 mil latas de alumínio, trocadas por dez cadeiras de rodas.  A meta de 2016 era arrecadar 120 mil latinhas para a compra de 15 cadeiras. O EcoCEBRAC conta com a participação de 85% das 150 unidades da rede em todo o país.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Projeto Gente que Produz e Preserva orienta produção de soja sustentável com Padrão RTRS

Pequenos produtores de Sorriso-MT que produzem e preservam estão certificando suas produções de soja

O Clube Amigos da Terra de Sorriso-MT (CAT) é responsável por promover o Gente que Produz e Preserva, projeto que viabiliza a certificação de soja de maneira ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável. A equipe do CAT em parceria com o WWF-BR, Bel, IDH, Solidariedad e LCI realizam campanhas de engajamento para Continuar lendo

FMC divulga metas e compromissos para 2016 no relatório de sustentabilidade

O documento pode ser acessado no site da companhia  

A sustentabilidade é parte fundamental dos planos estratégicos da FMC e é um elemento essencial das plataformas de planejamento e tecnologia de P&D da empresa. Ao longo dos próximos 10 anos, o plano é crescer por meio do fornecimento de produtos com valor sustentado que motive clientes, funcionários e parceiros.  Para alcançar essa meta, é preciso realizar investimentos sustentáveis que garantam com que a empresa funcione de maneira eficiente e resiliente até 2025.

De acordo com o Presidente da FMC Corporation América Latina, Antônio Carlos Continuar lendo

Coca-Cola é 1ª da lista “Fortune” a repor toda a água usada

coca cola água sustentabilidade

Coca-Cola: o relatório foi divulgado em Estocolmo por ocasião da Semana Mundial da Água (Imagem: Remy Gabalda, AFP/reprodução)

A fabricante de bebidas Coca-Cola é a primeira das 500 maiores companhias da lista “Fortune” em repor toda a água utilizada em seu volume global de vendas, informou a multinacional americana nesta segunda-feira.

A empresa devolveu à natureza e às comunidades 191,9 bilhões de litros de água através de diferentes projetos, o que equivale a 115% da água usada pela marca na produção Continuar lendo