Giraffas anuncia uso de ovos de galinhas livres de gaiolas em seus pratos e sanduíches

A rede adaptará suas operações para trabalhar apenas com fornecedores homologados alinhados à política de bem-estar animal

giraffas-sustentabilidade

Divulgação

Líder brasileiro na categoria de pratos, o Giraffas trabalhará exclusivamente ovos de galinhas poedeiras que não sejam submetidas ao confinamento em gaiolas. Com mais de 410 unidades espalhados por todo o País, a rede usa cerca de sete milhões de ovos por ano no preparo de variados pratos de seu cardápio, entre refeições Continuar lendo

Terra indígena e comunidade tradicional recebem certificação FSC®

Produtos florestais não madeireiros são parte importante na conservação da floresta 

comunidade-indigena

Nesta semana, duas novas certificações FSC chamam atenção para um mercado com enorme potencial: o de produtos florestais não madeireiros. “A inclusão de comunidades tradicionais e indígenas no Sistema FSC e o fortalecimento da certificação de produtos não madeireiros, nos indica que estamos no caminho certo de pensar as florestas de maneira integrada, usando de forma responsável seus recursos naturais e valorizando seus habitantes”, diz Aline Tristão, diretora-executiva do FSC Brasil.

Primeiro, a Associação Soenama do Povo Indígena Paiter Suruí, em Cacoal, Rondônia, obteve a certificação FSC para uma área de pouco mais de 90 hectares. Mas o significado – e o potencial – dessa conquista é enorme. O selo valoriza os nossos produtos e reforça nossa ligação com a terra e com a sustentabilidade”, explica Isaque Mopilô Tavá Surui, presidente da Associação. Continuar lendo

Cooperativa do Paraná se prepara para ter o selo de orgânico na produção de leite

selo-produto-organico

No noroeste do estado de Curitiba, em uma cidadezinha chamada Paranacity, com pouco mais de 11 mil habitantes, a Cooperativa de Produção Agropecuária Vitória Ltda (Copavi) está a todo vapor. Depois de quatro anos, os agricultores rurais da cooperativa se preparam para ter, pela primeira vez, toda a produção agropecuária orgânica. Esse marco será feito com um dos itens mais difíceis, o leite. Se tudo der certo, a partir de fevereiro de 2017, moradores de municípios próximos a Paranacity já poderão comprá-lo com o selo de produto totalmente orgânico.

Segundo dados divulgados pelo governo do Paraná, o estado fecha 2016 com o título de maior produtor de alimentos orgânicos do país e o segundo com o maior Continuar lendo

RTRS realiza interpretação nacional de novo padrão de produção de soja sustentável

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) realizou na sede do Rabobank, em São Paulo-SP, a interpretação nacional da versão 3.0 do Padrão de produção de soja sustentável no Brasil. Trata-se de um processo de análise para a adequação da estrutura, dos conteúdos e requisitos da nova versão do padrão em relação às especificidades jurídicas e normativas de cada país produtor de soja.

Esse processo foi realizado por um Grupo Técnico Nacional, formado por membros da RTRS, representando os três grupos de interesse: produtores, indústria, Continuar lendo

Saiba como descartar o óleo do carro corretamente

Especialista da Total explica o que fazer para não gerar danos à saúde e ao meio ambiente 

Filets d'Huiles lubrifiants

O bom motorista sabe que, de tempos em tempos, é preciso trocar o óleo do carro, conforme as recomendações do fabricante do veículo. Mas, será que ele conhece a maneira certa para destinar o lubrificante usado? Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o resíduo responsável pelo funcionamento adequado dos motores dos automóveis que chegam às oficinas pode e deve voltar às refinarias para ser reaproveitado pela indústria como matéria-prima de outros produtos.

De acordo com o Coordenador Técnico da Total Lubrificantes do Brasil – uma das quatro maiores companhias de petróleo e gás do mundo –, Fábio Silva, a coleta e o envio a um rerrefinador é obrigatório. “A legislação é bem clara. O melhor destino para o óleo que é substituído por outro mais novo é em locais específicos, preparados para receber o material com segurança. Essas empresas vão rerrefinar o óleo usado, retirar contaminantes e impurezas do produto usado, além de recuperar a maior quantidade possível do óleo básico, elemento principal do lubrificante”, afirma.

Os órgãos ambientais e reguladores da indústria do petróleo, Continuar lendo

Oficina sobre horticultura agroecológica familiar acontece no Agroecol 2016

Os participantes do Agroecol 2016 interessados em horticultura agroecológica familiar, ou seja, a produção de hortaliças, frutas e plantas condimentares em sistema orgânico de produção poderão participar de oficina que será realizada durante o Agroecol 2016. O evento será realizado em Dourados, de 16 a 19 de novembro, na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). As inscrições podem ser feitas no site do evento. Acesse http://www.cpao.embrapa.br/agroecol2016/index.php. A oficina, por sua vez, Continuar lendo

Projeto planeja transformar terrenos baldios em hortas comunitárias

Na terça-feira, 1, a Câmara Municipal da Balneário Camboriú (SC) analisou um projeto de lei apresentado pela vereadora Mariza Zanoni que pretende transformar terrenos baldios em hortas comunitárias na cidade.

O projeto prevê a criação do Programa Municipal de Agricultura Urbana e Periurbana, transformando estes espaços sem utilidade em hortas para produção de Continuar lendo

Inscrições para o Agroecol 2016 estão abertas

agroecol_logoDurante quatro dias, de 16 a 19 de novembro, acontece em Dourados, na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), o Agroecol 2016. O evento deve reunir agricultores, técnicos da extensão rural, pesquisadores, professores, gestores, estudantes, consumidores de produtos agroecológicos/orgânicos e outras pessoas interessados pela agroecologia, oriundas de diferentes segmentos da sociedade. As inscrições podem ser feitas no site do evento. Clique aqui ou acesse http://www.cpao.embrapa.br/agroecol2016/index.php.

As inscrições feitas com antecedência, até o dia 8 de novembro, custam R$ 20,00 aos agricultores e estudantes até graduação e R$ 40,00 para estudantes de pós-graduação. Profissionais e demais participantes pagam R$ 60,00. Quem deixar para Continuar lendo

Restaurante curitibano mantém horta urbana para plantio de temperos e legumes

Verd & Co. se destaca na capital paranaense por oferecer refeições criativas e saudáveis

 horta-curitiba

Comuns nos grandes centros, as hortas urbanas estão ganhando cada vez mais espaço nas cidades e agora figuram também nos restaurantes. Exemplo disso é o restaurante Verd & Co., de Curitiba (PR). O empreendimento, que tem ganhado cada vez mais notoriedade na capital paranaense por oferecer comida saudável, saborosa e criativa, além de Continuar lendo

Cafeteira sustentável dispensa eletricidade e filtro

“Nossas criações tem essa essência de resgatar a relação entre quem faz e quem usa”, disse idealizador do projeto

cafeteira-sustentavel

Cafeteira Aram: além de ser portátil, ela surge como alternativa a automatização do café (Imagem: reprodução)

Buscando uma alternativa ao novo mundo de café em cápsulas descartáveis, o projeto Cafeteira Aram traz a sustentabilidade de forma prática e artesanal.

Seu idealizador, Maycon Aram, defende o consumo do café de forma mais sustentável e artesanal. “A gente acredita que os objetos carregam muitas histórias, assim como cada um de nós. Nossas criações tem essa essência de resgatar a relação Continuar lendo