Público poderá monitorar imóveis rurais

Cidadãos, ONGs e empresas poderão acessar dados do Cadastro Ambiental Rural, áreas e monitoramento de desmatamento de fazendas; CPF de proprietários ainda não está disponível

fiscalizacao

O diretor do Serviço Florestal, Raimundo Deusdará, mostra como funciona interface pública do CAR (Imagem: Claudio Angelo, OC/reprodução)

O Serviço Florestal Brasileiro (SFB) lançou no final do mês passado em Brasília o novo módulo de consulta pública do CAR (Cadastro Ambiental Rural) que permite acessar pela internet dados dos imóveis rurais cadastrados em todo país. O CAR, ferramenta de monitoramento do cumprimento das regras do Código Florestal, serve como uma espécie de “carteira de identidade ambiental” da propriedade, apresentando dados sobre a área de produção e vegetação nativa dentro dela.

De acordo com o código, toda propriedade precisa manter e/ou recuperar áreas de reserva legal e preservação permanente (APP). É obrigatório que o proprietário Continuar lendo

Anúncios

Pressão das ONGs e MPF impede votação de projeto que tenta apressar licenciamento ambiental

Falta de quórum em comissão da Câmara dos Deputados adia decisão

A pressão das Organizações não Governamentais (ONGs) voltadas ao meio ambiente, Ministério Público e sociedade civil impediu a votação hoje, na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, de projeto que tenta apressar o licenciamento ambiental.

A votação foi marcada para hoje na comissão, mas não aconteceu por falta de Continuar lendo

12 dicas para tornar as festas de fim de ano mais sustentáveis

Fim de ano é ótimo momento para reflexões. Pensar sobre nossos hábitos de consumo e estilo de vida pode trazer muitos benefícios

 

Com o fim do ano se aproximando e a poucos dias do Natal, chega também a tradicional corrida às lojas para as compras dos mais diversos presentes, lembranças, enfeites e, claro, da ceia! No entanto, você já parou para avaliar os impactos de tudo o que é consumido neste período? Já parou para pensar que o excesso de consumo e o desperdício Continuar lendo

ONG constrói escolas de garrafa pet em áreas vulneráveis e oferece manual gratuito com passo a passo

Excesso de lixo e falta de escola são dois problemas graves em todo mundo. Ainda que sejam em princípio dilemas endêmicos com origens diferentes, a solução de ambos podem estar mais ligadas do que pensamos – ao menos, diante do trabalho da ONG Hug It Foward, que constrói escolas pela América Latina feitas de garrafas pet.

Garrafa1.jpg

Além de impactar positivamente no meio ambiente – reaproveitando em torno de 7000 garrafas pet por escola, utilizadas como uma espécie de “recheio” das paredes – o custo da construção de uma “escola de garrafa” é incrivelmente menor que o custo Continuar lendo

Ambev quer ajudar outras empresas a economizarem água

Projeto reforça o compromisso com o CEO Water Mandate, iniciativa do Pacto Global da ONU assinada pela Ambev este ano

Cervejaria vai compartilhar seu reconhecido sistema de gestão com pequenas e médias empresas por meio de uma plataforma chamada SAVEh

A cervejaria Ambev acaba de lançar, em parceria com as ONGs Fundación Avina e Carbon Trust e com o Pacto Global da ONU, o SAVEh (Sistema de Autoavaliação da Eficiência Hídrica), programa inédito que busca incentivar e ajudar outras empresas Continuar lendo

Projeto descarte ON amplia o número de pontos de coleta de resíduos eletroeletrônicos de grande porte na cidade de São Paulo

No total, 10 lojas da região da Lapa participam da iniciativa inédita de Logística Reversa de eletroeletrônicos e terá o prazo prorrogado até 31 de dezembro

sucata-reciclagem

O descarte ON, projeto inédito de logística reversa de resíduos elétricos e eletrônicos (REEE), que iniciou em abril de 2016 e conta com a participação dos varejistas, associações e empresas de reciclagem, ampliou para 10 o número de pontos de coleta na região da Lapa.

A iniciativa, resultado de parceria entre os governos do Japão e do Brasil, estava Continuar lendo

Governo de São Paulo e Abesco assinam acordo de cooperação para incentivar a eficiência energética em todo o Brasil

Entre as ações está a criação de cursos técnicos em energias renováveis e eficiência energética.

Um acordo de cooperação entre a Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo e a Abesco – Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Conservação de Energia, que visa promover ações de eficiência energética em prédios públicos e privados Continuar lendo

Lonas usadas no Boulevard Olímpico se transformam em mil bolsas da ONG TemQuemQueira

bolsa-reciclagem-lona

Os Jogos Olímpicos terminaram, mas não foi só o espaço e o carinho no coração dos cariocas que o Boulevard Olímpico deixou de legado. Dois meses depois do final do evento, mais de 3.000m2 de lonas usadas em palcos, totens, containers de informações e de outros itens de mobiliário urbano e sinalização se transformaram em 1.000 bolsas feitas Continuar lendo

UNESP Jaboticabal coleta e recicla quase 10 mil esponjas que não teriam um destino correto

O time de coleta da universidade já mobilizou milhares de pessoas e possui 40 urnas coletoras espalhadas pela cidade, através de uma parceria com a TerraCycle, uma empresa especializada em resíduos de díficil reciclabilidade. Todo dinheiro arrecadado com a reciclagem dessas esponjas será revertido para o Lar Acolhedor São Vicente de Paulo.

 

Através de uma publicação no Facebook, a funcionária do CREBIO (Centro de Recursos Biológicos e Biologia Genônica) da UNESP, Renata Dozzi Tezza, conheceu o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas Scotch-Brite (3M) em uma parceria com a empresa TerraCycle. Ela acreditava que essas esponjas, seriam recicladas juntamente aos resíduos comuns, mas se enganou. Quando descartadas no lixo, elas são destinadas à aterros sanitários ou processos de incineramento, que acabam poluindo o meio ambiente com a liberação de metano e outros elementos tóxicos. Continuar lendo

Relatório da agência ambiental da ONU alerta que o mundo deve tomar medidas urgentes para cortar mais 25% das emissões previstas em 2030

* O planeta ainda está caminhando para um aumento médio de temperatura entre 2,9°C a 3,4°C neste século, mesmo com os compromissos do Acordo de Paris
* As emissões de 2030 serão de 12 a 14 gigatoneladas acima dos níveis necessários para limitar o aquecimento global a 2°C
* Oportunidades incluem o reforço da ação antes de 2020, com base nas promessas de Cancún, eficiência energética rentável e o reforço da ação climática por parte das cidades, das empresas e da sociedade civil

Londres – O mundo deve aumentar urgente e dramaticamente sua ambição de cortar aproximadamente mais um quarto das emissões globais dos gases de efeito estufa previstas em 2030 para ter qualquer chance de minimizar o perigo das mudanças climáticas, declarou hoje o Programa de Meio Ambiente das Nações Unidas (PNUMA) durante o lançamento do seu relatório anual sobre o tema, o UNEP Emissions Gap Report.

Lançado na véspera da entrada em vigor do Acordo de Paris, o relatório revela que as emissões em 2030 deverão atingir de 54 a 56 gigatoneladas de dióxido de carbono – muito acima do nível de 42 gigatoneladas necessário para que haja uma chance de Continuar lendo