RTRS realiza interpretação nacional de novo padrão de produção de soja sustentável

A Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) realizou na sede do Rabobank, em São Paulo-SP, a interpretação nacional da versão 3.0 do Padrão de produção de soja sustentável no Brasil. Trata-se de um processo de análise para a adequação da estrutura, dos conteúdos e requisitos da nova versão do padrão em relação às especificidades jurídicas e normativas de cada país produtor de soja.

Esse processo foi realizado por um Grupo Técnico Nacional, formado por membros da RTRS, representando os três grupos de interesse: produtores, indústria, comércio e entidades financeiras e sociedade civil. Também participaram como observadores: pesquisadores e acadêmicos, especialistas em direito e representantes do setor governamental.

A análise, interpretação e adaptação do Padrão 3.0 tem como base a legislação nacional, estadual ou distrital local, e na legislação aplicável ao processo de produção de soja do país em que a interpretação for realizada. “Também é necessário levar em conta os tratados e acordos internacionais pertinentes que cada país tiver adotado. A interpretação nacional do Padrão RTRS que cada país produtor de soja realizar, uma vez ratificada e aprovada pela RTRS, se transformará na base para a certificação daquele país”, comenta o Consultor Externo da RTRS, Cid Sanches.

Dentre as melhorias significativas do Padrão 3.0, se destacam a implementação precisa, mais clara e economicamente viável; a possibilidade de certificar o desmatamento zero; a melhora de princípios e critérios que impactam positivamente as condições sociais e laborais e, além disso, viabiliza a certificação de pequenos produtores.

O documento final alterado irá para consulta pública de 60 dias e caso não haja comentários e sugestões, será considerado como definitivo. Caso contrário, haverá nova reunião para discutir as alterações. “Essa nova versão é resultado do processo de melhoria contínua da RTRS e de seu compromisso de representar as diferentes opiniões e necessidades de seus membros”, ressalta.

Sobre a RTRS

Fundada em 2006, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma iniciativa internacional pioneira formada pelos principais representantes da cadeia de valor da soja, como produtores, indústria, comércio, finanças e a sociedade civil. Os atores dessas diferentes áreas se reúnem em torno de um objetivo comum, garantindo o diálogo e a tomada de decisão por consenso. A missão da entidade é promover o uso e o crescimento da produção sustentável de soja e, por meio do Padrão RTRS de Produção Responsável da Soja, aplicável mundialmente, garantir uma produção ambientalmente correta, socialmente adequada e economicamente viável. É hoje o sistema mais confiável e avançado do mercado de soja brasileiro para alcançar a sustentabilidade. Atualmente a RTRS conta com mais de 200 membros dos países do mundo inteiro. Os princípios e critérios da RTRS são o único padrão multipartes que garante o Desmatamento Zero na produção de soja responsável.www.responsiblesoy.org/pt. Conheça os mapas RTRS em http://www.responsiblesoy.org/projects/rtrs-maps/?lang=pt.


Fonte: AI

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s