Ministérios lançam a segunda edição da campanha Reciclagem de Cartões de Plástico

Ministério do Meio Ambiente, Instituto Brasileiro do PVC e Plastivida promovem a reciclagem de cartões de plástico na Esplanada dos Ministérios.

Com o objetivo de reforçar a importância da educação ambiental, da coleta seletiva e da reciclagem dos plásticos o Ministério do Meio Ambiente lança em outubro a segunda edição da campanha “RECICLAGEM DE CARTÕES DE PLÁSTICO”. A ação se dá por meio do Programa Agenda Ambiental na Administração Pública – A3P, em parceria com o Instituto Brasileiro do PVC, a Plastivida e o Programa RC – Reciclagem de Cartão.

A campanha visa incentivar a coleta dos cartões de plástico que não tenham mais uso (débito, crédito, seguro-saúde, fidelidade, cartões-presentes, credenciais, cartões telefônicos, bilhete único e outros), inclusive os que contenham chip e tarja magnética através do Papa Cartão®.

Os resíduos serão periodicamente retirados pela empresa R.S. de Paula, que desenvolveu a tecnologia para a reciclagem desses cartões, viabilizando a fabricação de diversos produtos, tais como porta copos, placas de sinalização, caixas, marcadores de páginas, cartões de visitas, entre outros.

Nesta edição, a iniciativa conta com o importante apoio da Frente Parlamentar pela Defesa da Competitividade da Indústria Petroquímica, da Química e do Plástico – (Frente Parlamentar da Química).

A Campanha conta com 12 equipamentos Papa Cartão® distribuídos em Brasília, na Esplanada dos Ministérios e no Rio de Janeiro:

Brasília:

  • Corpo de Bombeiros

Esplanada dos Ministérios, nos seguintes órgãos públicos:

  • AGU – Advocacia Geral da União
  • ANA – Agência Nacional de Águas
  • Câmara dos Deputados
  • Exército Brasileiro
  • IBAMA –  Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
  • MMA – Ministério do Meio Ambiente
  • MME – Ministério de Minas e Energia
  • MTE – Ministério do Trabalho e Emprego
  • Presidência da República
  • STJ – Superior Trubunal de Justiça

 

 

Rio de Janeiro:

  • JBRJ – Jardim Botânico do Rio de Janeiro

A reciclagem no Brasil vem crescendo e há potencial para aumentar ainda mais. Hoje, o país recicla em torno de 20% do plástico pós-consumo, índice bem próximo a média da União Europeia. Apesar de significativo, esse número pode aumentar a partir do incentivo à coleta seletiva. “A reciclagem de plásticos no Brasil é uma realidade e essa indústria gera emprego e renda, além de promover a preservação ambiental”, afirma Miguel Bahiense, presidente da Plastivida e do Instituto Brasileiro do PVC. E completa: “a cadeia produtiva dos plásticos está empenhada e fazendo a sua parte para contribuir com a redução dos resíduos que vão parar no lixo comum.”

A primeira edição da campanha teve duração de seis meses e coletou e reciclou cerca de 15 mil cartões de plástico, o que é um resultado bastante significativo, considerando-se que trata-se de uma campanha inédita para este tipo de produto e com caráter educacional.

Sobre a Plastivida – A Plastivida é o instituto socioambiental dos plásticos e atua de maneira colaborativa, por meio da educação ambiental, para disseminar informações precisas e científicas sobre os plásticos – suas propriedades, aplicações, reciclabilidade, além do uso responsável e descarte adequado – a fim de contribuir com o desenvolvimento social e ambiental. Para mais informações: www.plastivida.org.br

Sobre o Instituto Brasileiro do PVC – O Instituto Brasileiro do PVC é uma associação de classe que existe para reunir e promover conhecimento técnico-científico sobre o PVC, com a crença de que através da sua versatilidade podemos oferecer soluções sustentáveis para a saúde, habitação e bem-estar da sociedade. Desta forma buscamos disseminar a correta percepção da sustentabilidade do PVC na sociedade. Para mais informações: www.pvc.org.br

Sobre o A3P – A A3P é um programa do Ministério do Meio Ambiente criado como resposta da administração pública à necessidade de enfrentamento das graves questões ambientais. O programa integra o Departamento de Produção e Consumo Sustentáveis (DPCS), que, por sua vez, faz parte da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC) do Ministério do Meio Ambiente.

Sobre a Frente Parlamentar pela Defesa da Competitividade da Indústria Petroquímica, da Química e do Plástico – A Frente Parlamentar é uma associação suprapartidária, sem fins lucrativos, que tem a finalidade de promover o intercâmbio com entidades e associações da sociedade civil e órgãos públicos, visando à integração de ações e propostas em seu Estatuto no sentido de viabilizar a implementação de políticas públicas que colaborem para a Competitividade da Cadeia Produtiva do Setor Químico, Petroquímico e Plástico do Brasil. Para mais informações: www.fpquimica.org.br


Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s