Museu do Amanhã assina termo de cooperação científica para incentivar redução nas emissões de CO2

piquet-termo-efeito-estufa

Ricardo Piquet assinando o termo (Imagem: Raquel Cunha/divulgação)

Durante o 4º Seminário Nacional sobre Gases de Efeito Estufa – Como descarbonizar o Brasil até 2050, realizado hoje, o Museu do Amanhã e IDG (Instituto de Desenvolvimento e Gestão) assinaram termo de cooperação técnica e científica com Sistema Brasileiro de Estimativa de Emissão de Gases de Efeito Estufa (SEEG), que pertence ao Observatório do Clima. O documento prevê, por exemplo, realização de atividades para reflexão, disseminação e repercussão dos dados e análises do SEEG (de 1970 a 2015).

O novo estudo divulgado pelo SEEG mostrou que as emissões de gases de efeito estufa do Estado do Rio de Janeiro ficaram estáveis em 2015 – oscilaram para baixo em 0,3% em relação ao ano anterior. No total, o Estado emitiu 76,729 milhões de toneladas de CO2 equivalente, contra 76,983 milhões de toneladas em 2014. É a primeira vez que as emissões fluminenses não sobem desde 2009, ano da crise econômica global. O Rio é o décimo Estado que mais emite do país. As emissões no Brasil subiram em 3,5% em 2015 de acordo com o SEEG.


Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s