Indústria do couro: Certificação de Sustentabilidade é aderida por JBS, Mats e AMCM

JBS Couros, AMCM e Mats Beneficiamento de Couro são as mais novas empresas a aderir ao programa de Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro (CSCB). A certificação – exclusiva no mundo – reconhece curtumes a partir da verificação de práticas de excelência dentro do tripé economia, meio ambiente e responsabilidade social, com base em normas da ABNT e por meio de auditorias de organismos certificadores acreditados pelo Inmetro. O CSCB é uma iniciativa promovida pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB).

Trata-se de um completo e extenso programa para o aprimoramento da gestão e dos processos dentro do curtume em linha com as recentes evoluções do setor, como destaca o CEO da JBS Couros, Roberto Motta. “A indústria brasileira se desenvolveu muito nas últimas duas décadas, não só no que se diz respeito a qualidade intrínseca dos couros produzidos, mas também no desenvolvimento de processos e tecnologias. O CSCB é mais um passo nesse caminho, permitindo avaliar o desenvolvimento da indústria, de forma independente, em áreas como meio-ambiente e responsabilidade social corporativa.”, menciona Motta. Com 21 unidades fabris (17 das quais no Brasil) e 9 mil colaboradores diretos, a empresa é uma referência mundial na produção de artigos semi e acabado para os segmentos automotivo, moveleiro e de artefatos.

A visão transversal da certificação, contemplando prognósticos de longo prazo para curtumes e a sociedade, também é citada como um ponto inovador do CSCB por Mauro Pedro Becker, diretor geral da Mats Beneficiamento de Couro. O gestor menciona que a valorização das empresas comprometidas com o tripé da sustentabilidade é um movimento já existente no mercado, de modo que o CSCB deverá posicionar os curtumes de forma muito clara junto a compradores das indústrias calçadistas.

Para Cícero Marchini, da AMCM, a certificação irá fortalecer a relação das empresas participantes tanto com clientes do mercado interno como do externo. Será, segundo o gestor, um atributo importante e que toda a cadeia consumidora de couro deverá valorizar e reconhecer.

Após a adesão ao CSCB, cada empresa passa por uma etapa de consultoria e treinamento, em que são trabalhados os 173 indicadores da base normativa criada a partir de uma Comissão de Estudos Especial dentro da ABNT. Estes indicadores contemplam as dimensões econômica, ambiental, social e de gestão da sustentabilidade. A consultoria instrui e verifica o atendimento, registro e continuidade de cada indicador e, com esta etapa concluída, o curtume pode solicitar auditoria de um organismo acreditado pelo Inmetro para a cerificação. Há quatro níveis do selo: Bronze (para quem atender até 50% dos indicadores aplicáveis de cada uma das quatro dimensões da certificação), Prata (75%), Ouro (90%) e Diamante (100%).

Fonte: Imprensa CICB

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s