Energias renováveis batem recorde em 2015

A capacidade de geração de energias renováveis cresceu 8,3% em 2015, a mais alta taxa já registrada

Abu Dhabi, U.A.E., 7 de abril de 2016 – A capacidade de produção de energias renováveis  aumentou 152 gigawatts (GW) ou 8,3% em 2015, a mais alta taxa de crescimento anual já registrada, de acordo com os mais recentes dados divulgados pela Agência Internacional de Energias Renováveis ​​(IRENA). Segundo a edição de 2016 do relatório “Estatísticas sobre a Capacidade das Renováveis”, no final de 2015 havia 1.985 GW de capacidade de geração renovável em todo o mundo.

“A implantação de energias renováveis ​​continua a crescer ao redor do mundo, mesmo diante dos baixos preços do petróleo e do gás.  Os custos decrescentes das tecnologias e uma série de fatores econômicos, sociais e ambientais estão favorecendo as energias renováveis ​​em relação às fontes convencionais”, explicou o Diretor-Geral da IRENA, Adnan Z. Amin.  “Este crescimento impressionante, juntamente com o recorde de US$ 286 bilhões investidos em energias renováveis ​​em 2015, envia para investidores e formuladores de políticas um forte sinal de que as renováveis são agora a melhor opção para a geração de energia em todo o mundo.”

O ano de 2015 foi recorde tanto para a energia eólica como para a solar, em grande parte devido a uma queda contínua nos custos da tecnologia. No caso da energia eólica, o crescimento de 63 GW (17%) foi impulsionado por uma redução de até 45% no preço das turbinas terrestres desde 2010. A capacidade solar, por sua vez, aumentou em 47 GW (37%) graças à queda de até 80% nos preços dos módulos solares fotovoltaicos nesse período. Já a capacidade hidrelétrica aumentou 35 GW (3%), enquanto a capacidade de bioenergia e a de energia geotérmica aumentaram 5% cada (5 GW e 1 GW, respectivamente).

De maneira geral, a capacidade aumentou em cerca de um terço ao longo dos últimos cinco anos, com a maior parte desse crescimento vindo de novas instalações de energia eólica e solar.

RE Capacity Highlight_Infographic


Em termos de distribuição regional, o crescimento mais rápido na capacidade de geração de energias renováveis se deu em países em desenvolvimento. A América Central e o Caribe tiveram uma expansão de 14,5%. Na Ásia, onde o crescimento foi responsável ​​por 58% da nova capacidade global de geração de energia renovável em 2015, a expansão foi de 12,4%.  Na Europa, as renováveis aumentaram 24 GW (5,2%) e 20 GW (6,3%) na América do Norte.

“As significativas taxas de crescimento de capacidade em economias em desenvolvimento são uma prova das fortes perspectivas de negócios para a energia renovável”, disse Amin. “As energias renováveis ​​não são apenas uma solução para os países industrializados – elas também estão favorecendo o crescimento econômico nas economias de mais rápido crescimento no mundo em desenvolvimento.”

No final do ano, a energia hidráulica foi responsável pela maior parcela do total da capacidade global de geração de energia renovável, com uma capacidade instalada de 1.209 GW, a maioria dos quais vindo de usinas de grande escala. As energias eólica e solar foram responsáveis pela maior parte do restante, com uma capacidade instalada de 432 GW e 227 GW, respectivamente. Outras energias renováveis ​​includm 104 GW de bioenergia, 13 GW de energia geotérmica e cerca de 500 MW de energia marinha (marés, das ondas e do oceano).

Destaques por tecnologia:
 
Hidroenergia: Em 2015, três quartos da nova capacidade hídrica foram instalados no Brasil, China, Índia e Turquia (26,3 GW no total). Mais do que um GW de nova capacidade também foi instalado na Europa, América do Norte e do Médio Oriente (Irã), mais 550 MW na África.
 
Eólica: Cerca de 95% da capacidade eólica agora está localizadas na Ásia (China e Índia), Europa e América do Norte; e 90% da nova capacidade foi instalada nessas regiões em 2015 (57,1 GW). A energia eólica também está começando a expandir-se rapidamente em outras regiões, como a América do Sul, onde a capacidade aumentou 3,1 GW (40%) em 2015.
 
Bioenergia: Quase 40% da capacidade de bioenergia está na Europa, com mais de 30% na Ásia e no restante dividido igualmente entre o Norte e América do Sul. Crescimento em 2015 foi igualmente distribuído, com um aumento de 1,8 GW na Europa, 1,7 GW na Ásia e o restante em outros lugares.
 
Solar: O grande avanço da energia solar em 2015 foi o aumento de 48% na Ásia, com 15 GW de nova capacidade instalada na China e outros 10 GW no Japão. Um aumento de 8 GW na América do Norte também ultrapassou o nível de novas instalações na Europa (7,6 GW) pela primeira vez. A energia solar também se expandiu significativamente na Oceania e na África, com adições de 1 GW e 0,9 GW, respectivamente. No final de 2015, a Europa representou 43% da capacidade solar global, com outros 40% na Ásia (principalmente China e Japão) e 13% na América do Norte.

Geotérmica: sua capacidade aumentou em cerca de 600 MW em 2015. Quatro países (Itália, México, Turquia e Estados Unidos) foram responsáveis ​​por quase todo este aumento.

A edição de 2016 do relatório Estatísticas sobre a Capacidade das Renováveis oferece os números mais abrangentes, atualizados e acessíveis sobre a capacidade das energias renováveis. Ele inclui números de 2000 a 2015 e contém 13.546 dados pontuais de mais de 200 países e territórios.
 
Para acessar o relatório:  http://www.irena.org/menu/index.aspx?mnu=Subcat&PriMenuID=36&CatID=141&SubcatID=1719

###
 
Sobre a Agência Internacional de Energias Renováveis ​​(IRENA)

IRENA é uma instituição de referência global para a cooperação e troca de informações sobre energias renováveis.  Ela congrega 145 deputados (144 Estados e da União Europeia). Outros 31 países estão em processo de adesão e ativamente engajados. A IRENA promove a adoção generalizada e a utilização sustentável de todas as formas de energia renovável, incluindo a bioenergia, geotérmica, hidrelétrica, as energias eólica, solar e do oceano, na busca do desenvolvimento sustentável, do acesso à energia, da segurança energética e do crescimento econômico e da prosperidade de baixo carbono. www.irena.org

Para mais informações:
Timothy Hurst, Chefe de Comunicação, IRENA, thurst@irena.org

Fique em contato com IRENA em www.twitter.com/irena e www.facebook.com/irena.org


Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s