Aumentar a participação das energias renováveis elevaria o PIB global em até US $ 1,3 trilhão

Elevar dramaticamente a participação das renováveis ​​no mix global de energia até 2030 aumentaria o PIB, o bem-estar social e o nível de emprego em todo o mundo.

Alcançar uma participação de 36% de energias renováveis no mix global de energia até 2030 elevaria o Produto Interno Bruto (PIB) global em até 1,1%, ou cerca de US $ 1,3 trilhões, de acordo com pesquisa da Agência Internacional de Energias Renováveis ​​(IRENA). Benefícios das Energias Renováveis: Medindo a Economia, divulgada durante a sexta Assembleia da IRENA. A pesquisa fornece a primeira estimativa global dos impactos macroeconômicos da implantação das energias renováveis. Ele descreve os benefícios que seriam alcançados se a quota global de energias renováveis ​​duplicasse até 2030 em relação aos níveis de 2010.

“O recente Acordo de Paris enviou um sinal forte para os países passarem da negociação para a ação e rapidamente descarbonizar o setor de energia”, afirmou Adnan Z. Amin, diretor geral da IRENA. “Esta análise fornece evidências convincentes de que promover a transição energética necessária não só mitiga as mudanças climáticas, mas também estimula a economia, melhora o bem-estar humano e aumenta o emprego em todo o mundo.”

Além de concluir que o PIB mundial em 2030 aumentaria em até US $ 1,3 trilhões – mais do que a soma das atuais economias do Chile, África do Sul e Suíça – o relatório também analisa o impacto específico em alguns países. O Japão, por exemplo, teria o maior impacto positivo sobre o PIB (2,3%), mas Austrália, Brasil, Alemanha, México, África do Sul e Coréia do Sul também se beneficiariam com um crescimento de mais de 1% cada.

De acordo com o relatório, as melhorias no bem-estar humano iriam bem além do aumento do PIB, graças a uma gama de benefícios sociais e ambientais. O impacto da implantação das energias renováveis ​​no bem-estar é estimada em três a quatro vezes maior do que seu impacto sobre o PIB, com o bem-estar global aumentando tanto quanto 3,7%. O nível de emprego no setor das energias renováveis ​​também aumentaria dos atuais 9,2 milhões de postos de trabalho globais, para mais de 24 milhões em 2030.

A transição para uma maior participação das energias renováveis ​​no mix energético global também provocaria uma mudança nos padrões de comércio, uma vez que reduziria em menos da metade as atuais importações mundiais de carvão e também diminuiria as importações de petróleo e gás, beneficiando grandes importadores como Japão, Índia, Coréia e a União Europeia. Países exportadores de combustíveis fósseis também se beneficiariam de uma economia mais diversificada.

“Mitigar as mudanças climáticas através da implantação das energias renováveis ​​e alcançar objetivos socioeconómicos não é mais uma questão de um ou outro”, declarou Amin. “Graças ao crescimento dos negócios com energias renováveis, o investimento em um é um investimento em ambos. Essa é a melhor definição de um cenário ganha-ganha.”

Benefícios das Energias Renováveis: Medindo a Economia baseia-se em uma análise anterior do IRENA sobre os benefícios socioeconómicos da energia renovável e no REmap 2030, um roteiro de energias renováveis ​​para duplicar a participação global de energias renováveis ​​até 2030. O estudo fornece um primeiro vislumbre da gama completa de benefícios oferecidos por uma transição para as energias renováveis.

Faça aqui o download do relatório completo: http://www.irena.org/publications
Baixe aqui os materiais do REmp 2030: http://www.irena.org/remap
Baixe aqui materiais sobre os benefícios sócio-econômicos: http://revalue.irena.org/publications.aspx
Informações sobre sexta Assembleia IRENA: http://bit.ly/1Px3H9E

###

Sobre a Agência Internacional de Energias Renováveis ​​(IRENA)
IRENA é um hub global para a cooperação e troca de informações sobre energias renováveis para 145 deputados (144 países e a União Europeia). Cerca de outros 30 países estão em processo de adesão e ativamente engajados. IRENA promove a adoção generalizada e a utilização sustentável de todas as formas de energia renovável, incluindo bioenergia, geotérmica, hidrelétrica, oceano, solar e energia eólica na busca do desenvolvimento sustentável, o acesso à energia, segurança energética e crescimento da economia de baixo carbono e prosperidade. http://www.irena.org

Fonte: Assessoria de Imprensa

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s