Rapper Akon vai implantar projeto de energia solar no bairro da Liberdade

Reunião com governador definiu que ação será realizada em Salvador.
Objetivo é promover acesso à eletricidade por meio da energia solar.

1449693015_mg_7180

Governador Rui Costa e rapper Akon em Salvador (Foto: Amanda Oliveira GOVBA/reprodução)

Uma reunião que aconteceu nesta quarta-feira (9) firmou parceria entre o governo do estado e o rapper norte-americano Akon no bairro da Liberdade, em Salvador. Segundo o governo, o local foi escolhido para implantação do projeto “Akon Iluminando a América Latina/Bahia” por ser um dos mais negros da cidade. O objetivo é
promover o acesso à eletricidade por meio da energia solar com foco na população carente.

Segundo o governo, a ação é idealizada pelo próprio Akon, por meio da Akon Lighting África, que funciona em 14 países africanos e atende a mais de um milhão de pessoas. O encontro contou a presenta de secretários estaduais, além de Samba Bathily, um dos empreendedores do projeto, Vovô do Ilê e o cantor Netinho de Paula.

“O Brasil, no geral, é um país muito especial, e a Bahia tem uma raiz com uma conexão muito forte com a África. E, por isso, nós a escolhemos. Nós queremos estar em todos os cantos do país e esse estado foi o escolhido para ser o primeiro”, disse Akon.

O governo informou que, além do bairro da Liberdade, a intenção é expandir o projeto para áreas quilombolas e assentamentos agrários. “Vamos poder aprender muito sobre esse modelo de desenvolvimento de energia solar africano. Já havia falado com o Incra [Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária] sobre um projeto piloto de energia solar e eólica na região de Sobradinho. Agora é fazer esse casamento. Esse será um arranjo social e econômico que vamos levar também para as regiões que não têm energia no estado”, afirmou Rui, em nota.

De acordo com o governo, a iniciativa pretende instalar, na América Latina, mais de 250 mil postes de iluminação pública, dez mil microgeradores, 500 mil kits domésticos, além de conectar mais de um milhão de domicílios, centenas de empregos diretos, de modo a criar uma rede de jovens negros capacitados como técnicos de sistemas de energia solar, e induzir a criação de milhares de empregos indiretos.

Fonte: G1

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s