Em favela carioca, dribles e fintas geram energia elétrica

Campo de futebol utiliza tecnologia inovadora que transforma os passos dos jogadores em eletricidade para iluminar o gramado.

11passosparaofuturo

Em uma favela do Rio de Janeiro, as peladas de futebol deixaram de produzir apenas gols e diversão. Cada vez que os moradores da comunidade do Morro da Mineira entram em campo, eles geram a energia elétrica necessária para manter acesos os refletores que, durante a noite, iluminam o gramado. Por trás disso, há uma tecnologia inovadora que transforma cada passo dos jogadores em eletricidade.

A responsável por criar e desenvolver a novidade é a empresa inglesa Pavegen, fundada em 2009. Ela comercializa pisos especiais que convertem em eletricidade a energia cinética desperdiçada toda vez que as pessoas pisam no chão. Pela invenção, a empresa já recebeu diversos prêmios, entre eles o Shell LiveWIRE, que seleciona as ideias mais inovadoras de empreendedores do Reino Unido.

A renovação do campinho de futebol da comunidade foi concluída em setembro de 2014, quando a cidade do Rio de Janeiro ainda respirava a empolgação de ter sediado a final da Copa do Mundo. A Shell, empresa responsável pela iniciativa, viu no projeto a oportunidade perfeita de implementar a tecnologia criada pela Pavegen.

Para energizar os refletores de LED, foram instaladas, abaixo do gramado sintético, duzentas placas especiais com a invenção da Pavegen. Também foram colocados painéis solares no telhado de uma escola de samba, vizinha ao local. A energia captada é armazenada em uma bateria e, dessa maneira, os holofotes podem ficar acesos por até 10 horas, abastecidos apenas com energia limpa.

Laurence Kemball-Cook, presidente e fundador da Pavegen, se recorda com carinho das duas semanas em que ficou no Rio de Janeiro. “As crianças do Morro da Mineira nos ajudavam a instalar os equipamentos. Era como se eles pudessem assistir a um experimento científico ao vivo, depois da escola”, lembra ele.

O empresário ressalta ainda a importância do projeto no Rio de Janeiro. “A construção desse campo de futebol foi um marco importante para nossa empresa. Somos focados em crescer em escala, e esse campo representou a utilização mais extensiva da nossa tecnologia até hoje”, avalia. Até então, o invento para geração de energia limpa já havia sido aplicado em estações do metrô londrino, aeroportos e estabelecimentos comerciais.

Mais de um ano após a inauguração, os moradores seguem empolgados, dando dribles e chutes enquanto geram eletricidade. “O campo continua sendo muito utilizado por todos, não apenas pelas crianças da comunidade. Ele teve um impacto muito positivo e virou um ponto de referência para nós”, comemora Pedro Paulo Ferreira, líder da Associação de Moradores da Mineira.

Fonte: Tecnologia Terra

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s