Carne sustentável produzida no Brasil tem gordura que faz bem à saúde

Projeto é feito em parceria com a USP e instituições de defesa ambiental.
Gado é alimentado com ração especial que diminui gases do efeito estufa.

Clique na imagem para assistir a reportagem (Imagem: G1/reprodução)

Clique na imagem para assistir a reportagem (Imagem: G1/reprodução)

Termina no fim de semana a Exposição Universal, que acontece na cidade italiana deMilão. Um churrasco brasileiro movimentou o evento.

Com o tema da alimentaçao sustentavel, a Expo Milão está se despedindo. no pavilhao brasileiro, um dos mais visitados, um perfume diferente chamou o público. Era o lançamento mundial de um produto de excelência: uma carne sustentável, desenvolvida com pesquisa da USP (Universidade de São Paulo), apoiada por instituições de defesa do meio ambiente.

Pela forma como é alimentado o gado, da raça angus, a gordura, na maior parte, se transforma em insaturada, que faz bem à saúde. O produtor ítalo-brasileiro Ricardo Sechis conseguiu diminuir a quantidade de gases que os bois emitem quando ruminam e que provocam o efeito estufa.

A composição na ração que faz com que a ruminaçao seja mais rapida e emita menos gases.
“Nós já desenvolvemos uma ração. Nós conseguimos uma redução de 43% na emissão de gases baseado nessa dieta alimentar”, diz o produtor Ricardo Sechis.

Criados em Mato Grosso do Sul e no interior de São Paulo, os bois crescem com novos conceitos de pecuaria. Até o pH da água que eles bebem é controlado. Animal bem tratado e que come bem, produz uma carne muito melhor.

A presidente da Reinforest Alliance, Ana Paula Tavares, concorda que o produto prejudica menos a natureza. “Eu posso te dizer que não causou nenhum desmatamento e que ele já entrou em um processo de aumentar o sequestro de gás carbônico”, diz ela.

A plateia degustou vários cortes durante toda a apresentação. O famoso chef italiano Dario Cecchini, criador da Universidade da Bisteca na regiao do Chianti, na Toscana, e a oitava geração de uma família de acougueiros, experimentou a carne brasileira.

“É carne sustentável, carne ética, carne que respeita o sacrifício do animal com responsabilidade. Comemos com gosto “, diz Dario Cecchini, chef de cozinha e açougueiro.

Depois de seis meses, a Expo Milão acaba no fim de semana. Na sexta-feira (30), no pavilhão do Brasil, um projeto importante será lançado: um Centro Global de Gastronomia e Biodiversidade na Amazônia.

Fonte: G1

Anúncios

Ajude na discussão do tema. Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s